Instrumentos      

Escolha aqui seu instrumento musical, e descubra um outro universo.

Um instrumento musical é um objeto, construído com o propósito de produzir música.

Os vários tipos de instrumentos podem ser classificados de diversas formas, sendo uma das mais comuns, a divisão de acordo com a forma pela qual o som é produzido. O estudo dos instrumentos musicais designa-se por organologia.

Violão

Violão é uma guitarra acústica com cordas de nylon ou aço, concebida inicialmente para a interpretação de peças de música erudita. O corpo é oco e chato, em forma de oito e feito de várias madeiras diferentes. O braço possui trastes que a tornam um instrumento temperado. As versões mais comuns possuem seis cordas de nylon, mas há violões com outras configurações como o violão de sete cordas e o violão baixo com 4 cordas, afinadas uma oitava abaixo das 4 cordas mais graves do violão.

Violino

É o menor e mais agudo dos instrumentos de sua família (que ainda possui a viola, o violoncelo, correspondendo ao soprano da voz humana). O violino possui quatro cordas com afinação da mais aguda a mais grave: Mi, Lá, Ré e Sol. O timbre do violino é agudo brilhante e estridente, mas dependendo do encordamento utilizado e da forma que é tocado, podem-se produzir timbres mais aveludados. O som geralmente é produzido pela ação de friccionar as cerdas de um arco de madeira sobre as cordas.

Canto

Canto é o ato de produzir sons musicais utilizando a voz, variando a altura de acordo com a melodia e o ritmo. Aquele que executa o canto ou simplesmente canta, é chamado de cantor. O cantor que está a frente de uma banda de música popular é comumente chamado de vocalista. Os cantores apresentam músicas que podem ser cantadas  com acompanhamento de instrumentos musicais ou a capela

O canto pode ser praticado “solo” ou em duetos, trios, quartetos. Pode também ser praticado em grupo como num coro em uníssono ou composto por diferentes naipes. Em muitos aspectos o canto é uma forma de fala “sustentada”. Pode ser formal ou informal, arranjado ou improvisado. Pode ser praticado por lazer, por ritual, na prática educacional ou profissionalmente. A excelência no canto requer tempo, dedicação, instrução e prática regular. Nesse caso, a voz fica mais clara, forte e maleável.

Piano

Piano é um instrumento musical de cordas pelo sistema de classificação de Hornbostel-Sachs. O som é produzido por peças feitas em madeira e cobertas por um material (geralmente feltro) macio e designados martelos e sendo ativados através de um teclado, tocam nas cordas esticadas e presas numa estrutura rígida de madeira ou metal. As cordas vibram e produzem o som como instrumento de cordas percutidas por mecanismo ativado por um teclado, o piano é semelhante ao clavicórdio e ao cravo. Os três instrumentos diferem no entanto no mecanismo de produção de som. Num cravo as cordas são beliscadas. Num clavicórdio as cordas são batidas por martelos que permanecem em contacto com a corda. No piano o martelo afasta-se da corda imediatamente após tocá-la deixando-a vibrar livremente.

Flauta doce e transversal

A flauta é um dos instrumentos mais antigos que existem, originalmente feito de madeira. 

Com o passar do tempo, o homem foi se desenvolvendo e fazendo com que a flauta evoluísse. 

Até um certo período da história, a flauta vertical (flauta doce ,doce porque seu som suave e aveludado) foi mais usada que a transversal, na qual as duas eram feitas em um único tubo cilíndrico de madeira com orifícios que seriam tapados pelos dedos.

Porém chegou o período barroco, onde a flauta transversal tomou seu lugar, pois sua sonoridade era mais brilhante e tinha mais possibilidades que a doce. 

Posteriormente passou-se a fabricar as flautas em prata ou outro metal, pois confere uma maior intensidade sonora, melhor afinação e melhor uso das chaves (que anteriormente eram apenas orifícios  e não continha as chaves).

Hoje, a transversal é divida em três partes: bocal ou cabeça, corpo e pé. Usa-se em orquestras, como solo, em musica camerísticas, popular brasileira e em diversos estilos. 

E a doce também é dividida em três partes: cabeça ou bloco, o corpo e a ponta. Usa-se muito na educação infantil e em música de câmara.

Teclado 

O teclado é um instrumento musical de teclas temperado, no qual se executam melodias e notas, formando uma harmonia. É composto por um conjunto de teclas adjacentes pretas e brancas que quando pressionadas produzem os sons. Os teclados possuem vários estilos musicais (pop, jazz, rock, balada, samba, bossa nova, dance, e muitos outros), onde se pode criar e modificar outros estilos, acompanhados por parte rítmica (bateria), baixo, strings, cordas (violão, guitarra), metais (trompete, trombone, etc.), bem como ainda se pode alterar estes timbres (sons). São mais utilizados por iniciantes ou músicos em solo (sem banda).

Guitarra

Guitarra refere-se a uma série de instrumentos de cordas dedilhadas, que possuem geralmente de 6 a 12 cordas tensionadas ao longo do instrumento e possuem um corpo com formato aproximado de um 8 (embora também existam em diversos outros formatos), além de um braço, sobre o qual as cordas passam, permitindo ao executante controlar a altura da nota produzida. Existem versões acústicas que possuem caixa de ressonância e elétricas que podem ou não possuir caixa de ressonância, mas utilizam captador e amplificador para aumentar a intensidade sonora do instrumento.

Trompete

O Trompete é um instrumento antigo originado da corneta, seu timbre é brilhante e potente e costuma tocar nas regiões médio e aguda.

Pertence a família dos metais,  é usado em orquestras nas pontes mais  vibrantes e pode ser usado tanto na música erudita quanto na popular.

Saxofone

Saxofone, também conhecido popularmente como sax.

 É um instrumento de sopro patenteado em 1846 pelo belga Adolphe Sax, um respeitado fabricante de instrumentos, que viveu na França no século XIX. Os saxofones são instrumentos transpositores, ou seja, a nota escrita não é a mesma nota que ouvimos (som real ou nota de efeito)

Ukulele

 

O ukulele tem sua origem no século XIX tendo como ancestrais o braguinha ou machete e o rajão, instrumentos levados pelos madeirenses, nomeadamente João Fernandes, quando estes emigraram para o Havaí para trabalhar no cultivo da cana-de-açúcar naquelas ilhas. Ukulele, no idioma havaiano quer dizer, dentre as interpretações possíveis, “pulga saltitante”, por causa do movimento das mãos de quem o toca. Na interpretação da rainha Liliu Okalani, o nome significa "presente de longe", numa referência às origens do instrumento. Além de ser utilizado na música tradicional havaiana, o ukulele foi bastante utilizado na música popular americana.

Viola Caipira 

 

Tem sua origem nas violas portuguesas, oriundas de instrumentos árabes como o alaúde. As violas são descendentes diretas da guitarra latina, que por sua vez tem uma origem arábico-persa. As violas portuguesas chegaram ao Brasil trazidas por um homem chamado João Pedro dos Passos, passou a ser usada pelos jesuítas na catequese de indígenas. Mais tarde, os primeiros caboclos começaram a construir violas com madeiras toscas da terra. Era o início da viola caipira.

Existem várias denominações diferentes para viola, utilizadas principalmente em cidades do interior: viola de pinho, viola caipira, viola sertaneja, viola de arame, viola nordestina, viola cabocla, viola cantadeira, viola de dez cordas, viola chorosa, viola serena, viola brasileira, entre outras.

A viola caipira tem características muito semelhantes ao violão, tanto no formato quanto na disposição das cordas e acústica, porém é um pouco menor.

Existem diversos tipos de afinações para este instrumento, sendo utilizados de acordo com a preferência do violeiro. As mais conhecidas são Cebolão, Rio Abaixo, Boiadeira e Natural. É comum a utilização da afinação Paraguaçu pelos repentistas nordestinos, apesar de também ser encontrada na região do Vale do Paraíba.

O Contrabaixo 

 

O contrabaixo é o mais grave dos instrumentos de cordas. Tal característica o torna uma peça fundamental em qualquer orquestra, uma vez que o mesmo produz um “preenchimento” musical muito importante e peculiar, servindo como um verdadeiro “alicerce”. O contrabaixotambém é um dos maiores instrumentos musicais: geralmente mede 1,80 m de altura e chega a pesar entre 18 e 20 kg. Da idade média pra cá o Baixo ou Contra baixo passou por várias mudanças (como todos os instrumentos musicais). Em 1951, o norte-americano Leo Fender resolveu o problema, criando o famoso baixo elétrico. Se o grande porte do instrumento se dava para a amplificação do som, Fender resolveu colocar uma pastilha eletromagnética capaz de captar o mesmo. O uso do baixo elétrico e suas facilidades foram muito importantes para a popularização de estilos musicais como o jazz e o blues. Hoje em dia o instrumento pode ser utilizado em qualquer estilo musical.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda-Sexta 09h-19:30h

​Sábado 09h-12:30h

ENDEREÇO

Av. São Paulo, 1139

Mogi das Cruzes, SP

Tel : 11-4796-5335

Whatsapp: (11) 97095-1602

Email: escolalucianamassaro@hotmail.com

 

 

  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
whatsapp-logo-1.png